A função do cristalino e a cirurgia de catarata

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O cristalino é o nome dado às lentes naturais com as quais nascemos. E a lente (lente cristalina) é uma estrutura transparente no olho que é suspensa logo atrás da íris que traz raios de luz para um foco na retina. Pequenos músculos ligados à lente por zônulas fazem com que a lente cristalina mude de forma, o que permite que os olhos se foquem em objetos próximos ou distantes.

A lente cristalina fornece aproximadamente um terço do poder de foco do olho. A lente é flexível e sua curvatura pode mudar por influência do corpo ciliar. Quando muda de curvatura, a lente fica mais espessa e a potência aumenta para que o olho possa se concentrar em imagens a diferentes distâncias. Essa mudança de foco é chamada de acomodação. Quando nosso olho olha para algo a uma distância muito próxima de nós, nosso corpo ciliar se contrai e isso solta as zônulas da lente que seguram a lente no lugar e a lente engrossa. Quando o olho olha para imagens distantes, o corpo ciliar relaxa, as zônulas da lente se contraem e a lente diminui de espessura e isso faz com que as imagens fiquem longe de foco.

Catarata

A catarata é a turvação da lente natural do olho. É a causa mais comum de perda de visão em pessoas com mais de 40 anos e é também a principal causa de cegueira no mundo. Tipos de catarata incluem:


Uma catarata subcapsular ocorre na parte de trás da lente. Pessoas com diabetes ou aquelas que tomam altas doses de medicamentos esteróides têm um risco maior de desenvolver uma catarata subcapsular.

Uma catarata nuclear forma-se profundamente na zona central (núcleo) da lente. Cataratas nucleares geralmente estão associadas ao envelhecimento.

Uma catarata cortical é caracterizada por opacidades brancas em forma de cunha que começam na periferia da lente e seguem até o centro de maneira semelhante a um raio. Este tipo de catarata ocorre no córtex do cristalino, que é a parte do cristalino que envolve o núcleo central.

Afinal, o que causa a catarata?

A lente dentro do olho funciona muito como uma lente de câmera, focando a luz na retina para visão clara. Também ajusta o foco do olho, permitindo-nos ver claramente as coisas de perto e de longe.

A lente é feita principalmente de água e proteína. A proteína é organizada de uma maneira precisa que mantém a lente clara e permite que a luz passe através dela.

Mas à medida que envelhecemos, algumas das proteínas podem se aglomerar e começar a obscurecer uma pequena área da lente. Isso é uma catarata e, com o tempo, pode ficar maior e ofuscar mais as lentes, dificultando a visão.

Ninguém sabe ao certo por que a lente do olho muda à medida que envelhecemos, formando cataratas. 

Mas pesquisadores em todo o mundo identificaram fatores que podem causar catarata ou estão associados ao desenvolvimento de catarata. Além do avanço da idade, os fatores de risco de catarata incluem:

  • Radiação ultravioleta
  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Obesidade
  • Fumar
  • Uso prolongado de medicamentos corticosteróides
  • Medicamentos de estatina usados ​​para reduzir o colesterol
  • Lesão ocular ou inflamação prévia
  • Cirurgia ocular anterior
  • Terapia de reposição hormonal
  • Consumo significativo de álcool
  • História de família

Tratamento e cirurgia

Assim que os sintomas começarem a aparecer, você pode melhorar sua visão por um tempo usando óculos novos, bifocais fortes, ampliação, iluminação apropriada ou outros recursos visuais.

A cirurgia é indicada quando suas cataratas tiverem progredido o suficiente para prejudicar seriamente sua visão e afetar sua vida diária.

A cirurgia de catarata pode deixar o paciente ansioso e preocupado, porém é um procedimento simples e relativamente indolor para recuperar a visão.

Durante a cirurgia de catarata, a sua lente natural turva é removida e substituída por uma lente artificial transparente. Essa lente é chamada de lente intra – ocular (LIO).

O que esperar da cirurgia de catarata

Antes da cirurgia:

Seu médico oftalmologista medirá seu olho para definir o poder de foco adequado para sua LIO. Além disso, você será perguntado sobre quaisquer medicamentos que você tomar. Caso necessário, você será aconselhado a não tomar alguns desses medicamentos antes da cirurgia.

Alguns medicamentos podem ser receitados para os olhos antes da cirurgia. Estes medicamentos ajudam a prevenir a infecção e reduzem o inchaço durante e após a cirurgia.

Dia da cirurgia:

O oftalmologista pode pedir-lhe para não comer alimentos sólidos pelo menos 6 horas antes da cirurgia. A cirurgia de remoção da catarata pode ser feita em um centro cirúrgico ambulatorial ou em um hospital. Aqui está passo a passo do que vai acontecer:


Seu olho será anestesiado com colírios ou com uma injeção ao redor do olho. Você também pode receber um remédio para ajudá-lo a relaxar.

Você estará acordado durante a cirurgia. Você pode ver a luz e o movimento durante o procedimento, mas não verá o que o médico está fazendo no olho.
 

Seu cirurgião entrará no olho através de minúsculas incisões (cortes, criadas pelo laser ou uma lâmina ) perto da borda da córnea (a cobertura transparente na frente do olho) .

O cirurgião usa essas incisões para alcançar a lente do olho. Usando  instrumentos muito pequenos, ele ou ela vai quebrar a lente com a catarata e removê-lo. Então sua nova lente é inserida no lugar.

Normalmente, o cirurgião não precisará costurar as incisões fechadas. Essas incisões de “auto-vedação” acabarão fechando sozinhas ao longo do tempo. Um escudo será colocado sobre o olho para protegê-lo enquanto você se recupera da cirurgia.

Você descansará em uma área de recuperação por cerca de 15 a 30 minutos. Então você estará pronto para ir para casa.

Após cirurgia de catarata:

Na maioria dos casos, a menos que você escolha LIOs que corrige a presbiopia, você ainda precisará de óculos após a cirurgia de catarata. Você também pode precisar de lentes progressivas para corrigir pequenos erros refrativos residuais, bem como a presbiopia.

Visite regularmente seu oftalmologista, pois a única maneira de saber com certeza se você tem catarata é consultar um oftalmologista para um exame oftalmológico abrangente.

Se tiver alguma dúvida, basta entrar em contato conosco por aqui.
WeCreativez WhatsApp Support
Recepção
Recepção
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Faturamento
Faturamento
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Cirurgias
Cirurgias
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Exames
Exames
Acessível