Coçar os olhos faz mal?

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Você já parou e prestou atenção em quantas vezes leva as mãos aos olhos para coçá-los? Acredite, esse é o hábito mais comum que temos e por mais que pareça inofensivo pode fazer muito mal a sua saúde visual. 

Quando esfregamos os olhos estamos fragilizando as fibras da córnea, podendo desencadear ou agravar o ceratocone. Este é um problema ocular de origem genética que pode afetar a qualidade da visão e, nos casos mais graves, exigir até o transplante de córnea. Segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, cerca de 20% dos transplantes de córnea são feitos no Brasil pela causa do ceratocone. 

Diante disso, continue acompanhando esse artigo e veja os cuidados que precisamos tomar ao coçar os olhos!

O que é ceratocone?

Ceratocone é uma condição genética e de caráter hereditária não inflamatória que afeta a estrutura da córnea, caracterizado pela deformação da curvatura da córnea, provocando seu abaulamento e afinamento.

Sua principal característica é a redução na espessura na parte central da córnea e é justamente por esse motivo que ela vai ganhando o formato de um cone.

À medida que a córnea se afina, o paciente percebe uma baixa acuidade visual, a qual pode ser moderada ou severa, dependendo da quantidade do tecido corneado afetado. Contudo, essa doença geralmente se inicia na adolescência, com uma progressão gradual até os 28-30 anos. O avanço dessa condição na córnea pode resultar em miopia e astigmatismo, trazendo sintomas como visão embaçada e distorcida, o que pode dificultar em tarefas diárias como ler ou dirigir.

Apesar de ser uma doença de origem genética, o hábito de coçar os olhos pode desencadear ou agravar a ceratocone. 

A coceira nos olhos é um dos sintomas para se chegar ao diagnóstico da doença e, uma vez diagnosticada a ceratocone, é muito importante não coçar os olhos. Segundo especialistas, os fatores que podem causar coceira nos olhos podem ser:

  • Ambientais;
  • Patológicos;
  • Medicamentosos.

Por exemplo, muita das pessoas sentem mais coceira nos olhos em climas mais quentes e secos. Isso porque a quantidade de poeira circulando na atmosfera é maior em ambientes com essas condições.

Sintomas mais comuns

Além da coceira nos olhos, os sintomas mais comuns podem indicar que uma pessoa tem ceratocone são:

  • Visão embaçada ou distorcida;
  • Fotofobia;
  • Visão dupla;
  • Dor de cabeça.

Infelizmente, não é possível ter um diagnóstico precoce de ceratocone com exames básicos. Isso porque a doença só é identificada quando já está comprometendo a visão.

Tratamentos

Os tratamentos mais comuns para ceratocone são:

  • Cirurgia crosslinking;
  • Transplante de córnea;
  • Implante de anel na córnea;
  • Uso de lentes de grau;
  • Lentes de contato.

Agora que você sabe o quanto é prejudicial coçar os olhos, lembre-se: ao sentir alguma coceira nos olhos, o ideal é nunca esfregá-los com as mãos e sempre procurar alívio de outras formas como compressa gelada, colírios lubrificantes ou lavagem com soro fisiológico. E se por acaso a coceira for constante é importante procurar um oftalmologista para ver o que está acontecendo.

E você? Sofre com coceira nos olhos? Se sim, agende agora mesmo sua consulta conosco!