Como evitar a fadiga ocular

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Nos dias atuais, parece que todo mundo está sempre olhando para uma tela de computador, celular ou tablet, mas poucos sabem que ficar muito tempo em frente das telinhas, pode causar sérios problemas a nossa visão, problemas como a fadiga ocular.

Estudos indicam que 59% das pessoas que utilizam computadores e dispositivos digitais excessivamente apresentam sintomas de fadiga ocular. Mas é possível contornar o problema consultando um oftalmologista e sabendo a forma correta de utilizar o colírio.

Como qualquer medicamento, o colírio precisa ser aplicado de maneira correta, caso contrário, ele pode não ter eficácia esperada ou causar efeitos colaterais. Além disso, a administração incorreta do produto pode acarretar algum problema ocular preexistente. 

Neste artigo, vamos comentar sobre os principais aspectos da fadiga ocular, veja mais logo abaixo!

O que é a fadiga ocular? 

A fadiga ocular (Astenopia) é um cansaço ocular que causa dor geral ou vermelhidão do olho, pelo excesso de estresse ou fixação próxima de algum ponto por longos períodos. Isso acontece quando utilizamos aparelhos que emitem luz azul, como celulares, computadores ou tablets.

Para manter a imagem focalizada, os olhos precisam realizar ajustes constantes, que são imperceptíveis para nós. Essas adaptações fazem com que os nossos olhos fiquem cansados devido ao esforço da musculatura do globo ocular.

Com o tempo, pode causar diversos sintomas diferentes, incluindo:

  • Sensação de ardor nos olhos;
  • Visão turva; 
  • Dificuldade de concentração;
  • Sensibilidade à luz;
  • Visão dupla ou embaçada;
  • Olhos secos, vermelhos, irritados, lacrimejantes;
  • Dores de cabeça.

Por ser algo comum, a fadiga ocular pode atingir todas as idades, pois essa ocorrência possui diversas causas. 

Causas da fadiga ocular 

Pode-se dividir a causa para o problema em dois grupos: a partir de uma doença nos olhos e a fadiga excessiva do sistema ocular.

Doenças nos olhos

Erros refrativos como:

  • Miopia;
  • Astigmatismo;
  • Hipermetropia.

Podem ocasionar um esforço maior do globo ocular, por consequência desses erros, a fadiga ocular se faz presente. 

Fadiga excessiva do sistema ocular

Qualquer atividade que exija muito da atividade dos olhos pode causar os sintomas da fadiga ocular. Além disso, a exposição a luzes demais ou de menos também pode ocasionar essa condição.

Também é importante lembrar que grande parte dos casos de fadiga ocular está relacionado com o trabalho ou diversão. Alguns exemplos disso são:

  • Computadores;
  • Tablets;
  • Smartphones;
  • Videogames.

Como se prevenir da fadiga ocular?

Ao notar qualquer incômodo que possa se enquadrar a fadiga ocular, recomendamos consultar um oftalmologista para identificar possíveis alterações na visão, como astigmatismo ou miopia. Além disso, é importante acrescentar mudanças em seus ambientes e em sua rotina como:

  • Evite utilizar dispositivos eletrônicos em excesso;
  • Posicione a tela do computador ou/e tablet cerca de 50 a 70 cm longe dos olhos e um pouco abaixo da linha da visão;
  • Regule o brilho dos seus aparelhos;
  • Limpe sempre as telas, pois as manchas dificultam o foco dos olhos nas imagens;
  • Faça pausas regulares para evitar o esforço visual prolongado;
  • Tenha uma boa noite de sono, pois é à noite que os olhos recebem os nutrientes para se manterem saudáveis;
  • Utilize colírio. 

Como vimos, a fadiga ocular é um problema muito comum que acontece devido ao uso excessivo de aparelhos eletrônicos. Ela gera vários desconfortos nos olhos por isso, é importante consultar um oftalmologista. 

Agende uma consulta conosco e se livre da fadiga ocular!