Como os hormônios de crescimento podem afetar os olhos infantis?

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Atualmente, é cada vez mais comum que crianças tenham de tratar problemas de crescimento. Geralmente, esse tratamento se inicia quando o pediatra consegue constatar que a altura daquela criança é menor do que 97% das outras que possuem a mesma idade. Isso é chamado de Terapia com Hormônio de Crescimento.

Para simplificar a quem nunca ouviu falar deste tratamento, o jogador de futebol Lionel Messi, que possui a nacionalidade argentina e atua pelo time Barcelona, possuía esses problemas no crescimento e teve de fazer este tratamento, que não só o ajudou a desenvolver sua altura, mas também o próprio desenvolvimento corporal.

Porém, uma grande dúvida pode surgir aos pais de uma criança nessa situação: Como a Terapia com Hormônios de Crescimento pode afetar os olhos infantis? Te mostraremos como!

Antes, é importantíssimo dizer que os efeitos colaterais da terapia são extremamente raros. Porém os problemas oculares vêm a longo prazo, o que pode ser muito perigoso, visto que eles são quase imperceptíveis durante o tratamento, principalmente se tratando de crianças. Portanto, fique atento.

Aceleração da progressão da Miopia

Com as injeções hormonais criadas em laboratório sendo aplicadas e o crescimento acontecendo, o comprimento dos olhos também cresce. Quando a criança possui Miopia, seus olhos já são mais longos que o normal.

Antes que você possa se perguntar, nós te respondemos: seu filho não ficará míope por conta da terapia de crescimento. Porém, caso ela já tenha esse problema, ele pode sim ter sua progressão acelerada, já que os hormônios fazem com que as mudanças corporais ocorram de maneira mais veloz.

Por isso, fique atento aos sinais:

  • A criança aperta mais os olhos para ver a tela da televisão, computador ou celular;
  • Quando estão longe, os objetos parecem estar muito borrados para ela;
  • Quando uma criança já utiliza óculos de grau e há uma reclamação sobre o funcionamento dele.

Pressão nervosa no cérebro

Apesar de extremamente perigosa, essa condição é bem rara, atingindo apenas uma em cada 1.000 crianças que passam por essa terapia hormonal. Mais conhecida como hipertensão intracraniana idiopática, ainda não há a certeza sobre os motivos de ela ocorrer, porém, acredita-se que também esteja atrelada à aceleração dos processos no organismo.

Essa hipertensão, sendo grave ou não, pode inchar os nervos ópticos e, assim, causar cegueira nas crianças. Por isso, também se atente a estes sinais:

  • Dores de cabeça frequentes e repentinas;
  • Náuseas e vômitos acompanhados dessas dores;
  • Dores de cabeça que pioram quando chega a noite;
  • Aversão à luz.

Caso você identifique algum destes sintomas, a recomendação é clara e objetiva: procure um médico imediatamente! Como dito mais acima, a hipertensão intracraniana idiopática pode causar cegueira, além das dores que a criança vai sentir, claro.

Pró-Visão, a clínica certa para cuidar de você e sua família

Se uma situação dessas acontecer com os seus olhos ou de seus filhos, não basta encontrar apenas um oftalmologista se ele não possuir os equipamentos e formações adequadas.

E é por isso que a Pró-Visão, sendo a clínica oftalmológica mais completa de Macapá, possui os melhores profissionais para tratar da sua visão, não só no caso citado no texto, mas em tudo que envolve a saúde de seus olhos.

Quer saber mais? Entre em contato conosco e agende sua consulta!