Conjuntivite: o que é, sintomas, causas e tratamento

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O que é? 

Conjuntivite é um processo inflamatório na conjuntiva, uma membrana externa do globo ocular que recobre toda a região branca do olho,  a superfície interna das pálpebras, o problema deixa os olhos vermelhos e com secreção. Geralmente um olho é afetado, mas pode ocorrer nos dois, especialmente quando se esfrega o olho afetado e logo após é colocada a mão no olho saudável. 

 Suas principais causas podem ser divididas em três tipos:

  • Conjuntivite Viral

A conjuntivite viral é o tipo mais comum, podendo ser transmitida por micro-organismos que infectam a membrana que reveste o olho, sendo assim é transmitida pelo contato com as secreções oculares e também através de tosses e espirros do paciente infectado.

  • Conjuntivite Bacteriana

A conjuntivite bacteriana é transmitida frequentemente por vírus ou bactérias. Essa categoria é contagiosa pelo fato de ser transmissível para outras pessoas pelo ar ou contato local.

  •  Conjuntivite Alérgica 

A conjuntivite alérgica é um tipo não transmissível e afeta pessoas que são propensas a terem alergias, como quem tem rinite ou bronquite, e geralmente ocorre nos dois olhos. Já este tipo de conjuntivite não é contagiosa, apesar de começar em um olho e depois em outro. Pode ter período de melhoras, sendo de extrema importância a descoberta do seu agente.

Outras causas para a conjuntivite podem ser a poluição, fumaça, cloro de piscina, produtos de limpeza, maquiagens e objetos compartilhados.

Sintomas

Sua característica mais marcantes é a vermelhidão nos olhos. Além disso pode-se combinar: 

  • Sensação de areia;
  • Coceira;
  • Fotofobia (Sensibilidade à luz);
  • Inchaço nas pálpebras;
  • Secreção nos olhos;
  • Visão borrada;
  • Pálpebras grudadas ao acordar;
  • Secreção purulenta (Apresentada pela conjuntivite bacteriana);
  • Secreção esbranquiçada (Apresentada pela conjuntivite viral).

Alguns sintomas como febre e dor de garganta podem surgir em alguns casos, o que é sugerido a presença do adenovírus no organismo.

Prevenção

Sua prevenção pode ser feita com algumas medidas simples, confira:

  • Não coçar os olhos;
  • Não compartilhar itens pessoais, como toalhas de banheiro, ou toalhas de papel para enxugar o rosto e as mãos; 
  • Não utilizar maquiagens de outras pessoas e não emprestar as suas;
  • Lavar as mãos com frequência;
  • Evitar nadar em praia impróprias para banho, e piscinas que não estejam devidamente tratadas;
  •  Evitar a exposição à fumaça ou pólen;
  • Lavar as mãos após o uso de colírios e pomadas. Não encostar os frascos de colírio ou pomada nos olhos. 

Para aqueles que utilizam óculos de grau, o risco se torna reduzido para contrair a conjuntivite, pois funciona como uma barreira protetora.

Como tratar?   

Seu tratamento é determinado pelo agente causador da doença. Medicamentos como pomadas ou colírios, podem ser recomendados pelo oftalmologista para combater a bactéria, aliviar os sintomas e o desconforto causado. Além disso deve-se tomar cuidado específico para cada tipo de conjuntivite correspondente, já que cada tipo precisa de tratamentos específicos.

Confira os tratamentos adequados:

  • Conjuntivite viral: 

Costuma-se durar de 4 a 7 dias, pelo fato de ser contagiosa. É muito importante evitar a disseminação. Portanto este tipo de inflamação não necessita tratamento específico, e costuma desaparecer sozinha. 

Mesmo assim é importante fazer uma visita ao oftalmologista, pois ele pode fazer as devidas recomendações. Normalmente é indicado utilizar colírios para hidratar os olhos, além de efetuar a limpeza das pálpebras várias vezes ao dia. 

  • Conjuntivite bacteriana

Já a conjuntivite bacteriana, é necessário o uso de colírio antibiótico ou pomadas, pelo fato de ser provocada por uma bactéria. Essa infecção pode desaparecer dentro de 7 dias.

  • Conjuntivite alérgica

É recomendável medicamentos de alergia, que ajudam na prevenção e o surgimento de conjuntivite alérgica.

Além de existirem diversas condições que podem causar os sintomas da conjuntivite, caso você esteja com esses sintomas, procure um especialista com urgência, para um exame e realização de um diagnóstico.

Cuidado!

Caso você suspeite que está com conjuntivite, procure um atendimento médico, pois só um profissional poderá diagnosticar e prescrever os medicamentos corretos para tratar a conjuntivite, existem colírios ou até mesmo pomadas que podem agravar mais o problema.

Nós da Clínica Pró-visão realizamos todos os exames e diagnósticos possíveis para o combate da conjuntivite. Entre em contato conosco e agende a sua consulta.