Dúvidas sobre cirurgia refrativa

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Quando falamos sobre os problemas de refração, elas são: miopia, hipermetropia, astigmatismo ou presbiopia, temos como solução a cirurgia refrativa é um método para corrigir ou melhorar nossa visão.

Atualmente esses procedimentos cirúrgicos são realizados com laser, como o objetivo de remodelar a córnea, eliminando então o problema de visão.

No caso da miopia, certas técnicas de cirurgia refrativa reduzem a curvatura de uma córnea que é muito íngreme para que o poder de focalização do olho seja diminuído.

Já o astigmatismo, por sua vez, pode ser corrigido com técnicas de cirurgia refrativa que seletivamente remodelam partes de uma córnea irregular para torná-la suave e simétrica. O resultado é que as imagens focalizam claramente a retina em vez de ficarem distorcidas devido à dispersão da luz através de uma córnea de formato irregular.

“Na realidade não há um método universalmente aceito e melhor para corrigir os erros de refração. A melhor opção deve ser decidida após um exame completo e discussão com o médico oftalmologista.” Comenta o médico especialista Dr. Lucas Rezende, da clínica Oftalmológica Pró Visão, em Macapá.

Se o paciente estiver considerando a cirurgia refrativa, paciente e oftalmologista podem discutir quais as necessidades de estilo de vida e visão para determinar o procedimento mais adequado.

Dependendo da necessidade de cada paciente, há inclusive outros métodos para corrigir os erros de refração, como por exemplo a lentes intraoculares – inseridos dentro do olho do paciente.

Nos últimos anos, ocorreram enormes avanços neste campo. Cirurgia ocular refrativa e a laser permite que muitos pacientes enxerguem melhor.

A cirurgia permite enfim que a luz “viaje” através da córnea e se concentre adequadamente na parte de trás de seu olho ou retina. Esse procedimento, conhecido como LASIK, ou laser ceratomileusis in-situ, o médico faz uma aba na camada externa da córnea do paciente para chegar ao tecido por baixo e então usa um laser para remodelar o tecido debaixo da córnea para que ele possa focalizar a luz corretamente.

O médico oftalmologista também pode usar um tipo de imagem computadorizada chamada “tecnologia de frente” de onda para criar uma imagem detalhada da córnea do paciente e que possa usar como guia.

Existe outros tipos de cirurgia, como a cirurgia chamada PRK, ou ceratectomia fotorrefrativa, é usada para corrigir miopia, hipermetropia ou astigmatismo leve a moderado. Assim como o LASIK, um cirurgião usa um laser para remodelar sua córnea, mas afeta apenas a superfície da córnea, não o tecido abaixo dela.

Outro tipo de cirurgia refrativa, a chamada RLE significa troca de lente refrativa, é o mesmo que a cirurgia de catarata. O médico faz um pequeno corte na borda da córnea. Ela remove sua lente natural e a substitui por um implante de lente de plástico.

A área de cirurgia refrativa, tornou-se nos últimos anos, área altamente especializada, com técnicas computadorizadas, tecnologia avançada além da praticidade e segurança.

Pacientes com miopia, hipermetropia e astigmatismo podem agora reduzir ou eliminar sua dependência de lentes de contato e óculos, com a praticidade do laser.

No entanto, apesar de todo o avanço tecnológico, nem todos os pacientes são bons candidatos para a mesma.

Quais são os benefícios de buscar por uma cirurgia refrativa?

Além da qualidade de vida ao paciente, existem outros benefícios, como:

  • Melhora da visão sem as limitações das lentes corretivas;
  • Segurança em relação a outros procedimentos, já que a cirurgia refrativa não requer internação e possibilita ao paciente um breve retorno as atividades diárias;
  • Independência de correção (óculos ou lentes de contato) na prática de esportes, banhos de piscina, passeios e até atividades simples, como é o caso da maquiagem para mulheres, podem ser possíveis com mais frequência e menos incômodos;
  • Aumento na autoestima, já que diversos pacientes não se sentem bem com o uso dos óculos para o tratamento das refrações;
  • Economia, já que uma vez buscando o procedimento o investimento com óculos e troca de lentes cessa

Entre em contato conosco e agende sua consulta com nossos médicos especialistas, eles poderão esclarecer todas as dúvidas sobre a cirurgia refrativa e indicar a melhor opção para você.

4.8/5 - (64 votes)