Melanoma Ocular: O que é, sintomas e causas

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O melanoma ocular é um tipo de câncer que se desenvolve nas células que produzem pigmento, a substância que dá cor à pele, cabelo e olhos. O melanoma ocular se desenvolve de forma muito parecida com o melanoma na pele. Embora raro, é o câncer ocular mais comum em adultos.

Os melanomas oculares geralmente começam na camada média do olho. A camada externa do olho é a esclera, a parede branca forte do olho. A camada mais interna do olho é a retina, que detecta a luz e ajuda a enviar imagens para o cérebro. 

A camada intermédia entre a esclera e a retina é chamada de úvea. A úvea contém vários vasos sanguíneos (veias, artérias e capilares), que transportam sangue para dentro e para fora do olho. Como existe dificuldade em ver a camada interna, o tumor ocular pode acabar passando despercebido nas suas fases iniciais.

O melanoma ocular também pode ocorrer na conjuntiva (a camada mais externa da frente do olho), na órbita do olho e nas pálpebras, embora a condição nestes casos seja rara.

Tipos de Melanoma

Um tumor ocular pode ter origem em qualquer uma das partes pelas quais o trato uveal é composto:

  • Melanomas da íris: 

Este é geralmente um tipo de tumor pequeno e de crescimento lento que raramente se espalha para outras partes do corpo.

  • Melanoma de corpo ciliar: 

É geralmente um tumor maior que o melanoma da íris e é mais provável que se espalhe para outras partes do corpo.

  • Melanoma de Coróide: 

Este é geralmente o maior melanoma ocular e com maior probabilidade de se espalhar para outras partes do corpo.

Sintomas 

Na maioria das vezes, os sintomas do Melanoma Ocular não se manifestam precocemente. Porque a maioria dos melanomas se desenvolvem em uma parte do olho que não pode ser vista a olho nu. 

A maioria dos casos só podem ser detectados durante um check-up oftalmológico de rotina, daí a importância da prevenção através de consultas periódicas. Se o oftalmologista suspeitar ou identificar qualquer indicação de tumor ocular, solicitará exames adicionais para confirmar o diagnóstico.

No entanto, é altamente aconselhável consultar um oftalmologista imediatamente se perceber qualquer dos seguintes sintomas:

  • Visão desfocada ou alterações visuais significativas;
  • Manchas ou sensação de flashes de luz;
  • Alteração na cor da íris;
  • Mudanças no tamanho e forma da pupila;
  • Alteração da posição do globo ocular na órbita do olho.

Causas 

O Melanoma ocular geralmente ocorre quando o DNA de células saudáveis dos olhos começam a emitir mensagens errôneas que causam multiplicação celular de forma descontrolada. As células mutantes acumulam-se no olho e formam um melanoma.

Embora as razões para esse crescimento celular sejam desconhecidas, existem fatores de risco que aumentam as chances de desenvolvimento desse tipo de câncer.

Fatores de Risco

Os fatores que podem aumentar as chances de desenvolvimento de Melanoma Ocular são:

  • Exposição à luz artificial ou natural sem proteção por longos períodos;
  • Olhos claros (azul, verde);
  • Idade avançada;
  • Ser de ascendência caucasiana;
  • Ter certos fototipos de pele, como albinismo.

Embora as condições citadas acima sejam o fatores de risco, isso não significa que a presença de qualquer um deles ou a ausência de todos eles é uma indicação segura de se você tem ou terá Melanoma Ocular. 

Em qualquer caso, se você acha que pertence a um dos grupos mencionados acima, é aconselhável consultar um médico especialista para que, após um exame aos olhos, você possa fazer um diagnóstico preciso.

Se você demonstrou algum dos sintomas mencionados, pensa que pode sofrer ou necessita de mais informações, pode marcar uma consulta na nossa clínica oftalmológica em Macapá. Nossa equipe terá prazer em orientar você.