O que causa o descolamento de retina?

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O descolamento de retina ocorre quando a retina, a membrana sensível à luz, se separa da parte de trás dos olhos. A retina é a membrana flexível e delicada que reveste a superfície interna da parte interior do globo ocular.

Quando a luz passa pelo olho e a lente focaliza uma imagem na retina, a retina converte a imagem em sinais que são enviados ao cérebro através do nervo óptico.

Então quando a retina é separada da parte de trás do olho, isso causa a perda da visão total ou parcial, dependendo de quanto a retina está deslocada. Esse caso é marcado por uma emergência médica. 

A retina não possui nenhum tipo de fixação para prender o globo ocular. O vítreo é a substância gelatinosa e transparente que está situada entre a retina e o cristalino que mantém a posição anatomicamente adequada.

E o descolamento de retina é alteração que acontece devido ao desprendimento dessa estrutura da superfície interna do globo ocular. 

O descolamento de retina pode estar dividido em:

  • Tradicional;
  • Regmatogênico;
  • Exsudativo.

O descolamento de retina pode se dar por diversos fatores, que podem estar relacionados à hereditariedade, consequência de uma lesão ocular, envelhecimento entre outras causas e algumas doenças oculares podem causar o descolamento da retina. São elas:

  • Retinopatia diabética;
  • Descolamento vítreo;
  • Retinosquise;
  • Degeneração em treliça (afinamento da retina).

Sintomas 

Quando estamos tratando de descolamento na retina, não existe dor relacionada, mas os sintomas costumam surgir antes mesmo que a retina descole. Veja:  

  • Visão embaçada;
  • Perda parcial da visão;
  • Flashes repentinos;
  • Surgimento de moscas volantes.

Tratamento para descolamento de retina 

O tratamento para esses casos é apenas cirúrgico, para cada tipo de técnica depende do tipo de descolamento. Algumas opções são:

Fotocoagulação  

Nesse tipo de cirurgia o laser queima ao redor do local da rotura da retina e a cicatriz fixa sua retina na parte de trás do olho.  Então o objetivo dessa cirurgia é barrar a área em que está ocorrendo o descolamento de retina. 

Retinopexia pneumática

Essa cirurgia é feita para realizar pequenos reparos nos pequenos pontos do descolamento de retina, é injetada uma bolha de gás (SF6 ou C3F8), a tensão superficial do gás, faz com que seja capaz de vedar o rasgo da retina, esse procedimento é acompanhado normalmente da fotocoagulação a laser.

Vitrectomia 

Essa cirurgia é muito semelhante à retinopexia, mas é usada em casos de descolamentos com rasgos maiores, a retina nesses casos é reparada e recolocada no seu lugar com uma bolha de gás.

Esse tem sido um dos tratamentos mais utilizados para os casos de descolamento de retina.

Existem alguns outros tipos de tratamento e cirurgia que podem promover uma grande melhora e reverter os casos de descolamento de retina, que valem ser analisados. 

Mas, tudo isso é feito sob supervisão médica, então, apresentando qualquer incômodo nos olhos, consulte um especialista e peça orientação e qual o melhor tratamento para ser realizado.

Escolha Pró-visão!

Ficou claro, que a consulta no oftalmologista é indispensável em qualquer situação, evitando que casos como o descolamento de retina estejam em seu estado mais grave.

Por isso, não perca tempo e agende sua consulta com a Pró-visão Macapá.

Entre em contato conosco!