O que é Astigmatismo Miópico?

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Normalmente, a córnea e a lente do olho são regulares e curvadas da mesma forma em todas as direções, ajudando a focar a luz de forma nítida na retina, na parte de trás do olho. 

No entanto, se a córnea ou lente não for lisa ou não tiver uma curvatura regular, os raios de luz não são refratados adequadamente, resultando no que é conhecido como um erro refrativo. 

Em um olho em condições normais, a córnea e a lente focalizam a luz na retina. Num olho astigmático, as imagens são focalizadas à frente ou atrás da retina, fazendo com que as imagens pareçam desfocadas.

O astigmatismo pode aparecer isolado, chamado simples, ou estar associado à miopia.

O que é o Astigmatismo miópico?

O astigmatismo miópico é considerado um dos problemas refrativos mais comuns entre a população. Quando falamos de astigmatismo miópico simples, um dos dois principais meridianos do olho focaliza os raios de luz em frente à retina e o outro focaliza-os corretamente na retina. 

Da mesma forma, falamos de astigmatismo miópico composto, quando os dois principais meridianos do olho focalizam os raios de luz em frente à retina.

Quais são os sintomas do astigmatismo miópico?

Um indivíduo sofre de astigmatismo miópico quando a percepção das linhas horizontais e verticais, tanto próximas como distantes, se torna borrada ou difusa.

As perturbações visuais estão intimamente relacionadas com o grau de astigmatismo; quanto maior a natureza da perturbação, maior o desconforto e pior a qualidade visual. 

Os principais sintomas deste tipo de astigmatismo são perda de acuidade na distância, fotofobia ou sensibilidade à luz, fadiga ou cansaço ocular, brilho noturno, falta de concentração, tontura súbita que depois se torna contínua, dores de cabeça e sensação de ardor.

Diagnóstico e tratamento do astigmatismo miópico

Aqui na Clínica Pró-Visão contamos com sistemas avançados para detectar a graduação do astigmatismo. A retinoscopia, por exemplo, é utilizada para medir o poder refrativo do olho, analisando a luz refletida da retina quando iluminada pelo retinoscópio.

O astigmatismo é uma condição congênita e não pode ser prevenido, embora possa ser corrigido de diferentes procedimentos, tais como cirurgia refrativa, óculos ou lentes de contato.

O astigmatismo miópico é geralmente corrigido com lentes tóricas, consistindo em uma superfície esférica e cilíndrica. Este tipo de lentes de contato deve ser prescrito por um oftalmologista, que é responsável por escolher as lentes mais adequadas e adaptáveis aos olhos de cada pessoa.

Existem diferentes técnicas cirúrgicas que visam corrigir o astigmatismo miópico. Na cirurgia com lentes intra-oculares fáquicas como as ICLs, é colocada uma lente macia e flexível, ajustada ao espaço entre a íris e o cristalino. 

O resultado da operação é proporcionar uma boa visão tanto de perto como de longe e oferecer uma alta qualidade de visão para os pacientes. Da mesma forma, a recuperação é muito rápida e permite que qualquer atividade que não envolva risco de impacto ou trauma possa ser realizada.

A cirurgia refrativa a laser é outro sistema seguro, preciso, previsível e indolor que permite formar novamente imagens na retina com clareza e é ideal para eliminar a dependência de óculos e lentes de contato.

Para identificar o melhor tratamento para o seu caso, é fundamental que você seja avaliado por um oftalmologista para que o profissional indique a melhor opção. Agende sua consulta agora mesmo.