O que é astigmatismo?

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O astigmatismo não é uma doença, mas uma condição de visão comum que causa visão turva. A maioria das pessoas têm algum grau de astigmatismo. Pequenas quantidades de astigmatismo afetam a visão, mas podem não requerer tratamento. Quantidades maiores podem causar visão distorcida, desconforto ocular e dores de cabeça.

O astigmatismo é caracterizado por uma curvatura irregular da córnea que faz com que os objetos pareçam borrados de perto e à distância. Este tipo de distúrbio é chamado de erro de refração. Quase todo mundo tem algum grau de astigmatismo.

Seu olho tem a forma natural de uma esfera ou bola. Em circunstâncias normais, quando a luz entra no olho, ela se refrata (dobra) uniformemente, criando uma visão clara do objeto. No entanto, o olho de uma pessoa com astigmatismo tem uma forma mais oval, parecida com a de uma colher. Quando a luz entra no olho, ela é refratada mais em uma direção do que na outra, permitindo que apenas parte do objeto esteja em foco ao mesmo tempo. Objetos a qualquer distância podem aparecer desfocados.

Tipos de astigmatismo

O astigmatismo geralmente é categorizado em dois tipos principais, como:

  • O astigmatismo regular é o mais comum dos dois e ocorre quando a córnea é ligeiramente mais curva em uma direção do que na outra.
  • O astigmatismo irregular é menos comum e ocorre frequentemente como resultado de uma lesão ocular. Este tipo de astigmatismo ocorre quando a córnea não é curvada uniformemente.

A maioria das pessoas com astigmatismo nasceu com ela, mas também pode se desenvolver mais tarde, talvez como resultado de uma lesão ocular ou complicação cirúrgica.

O que causa o astigmatismo?

O astigmatismo pode ser hereditário e costuma estar presente no nascimento. Também pode resultar da pressão das pálpebras na córnea, postura incorreta ou aumento do uso dos olhos para um trabalho próximo.

Você tem um risco maior de desenvolver astigmatismo se tiver:

·         Cicatriz ou afinamento da córnea, por exemplo, se uma lesão no olho tiver cicatrizado;

·         Teve alguns tipos de cirurgia ocular, como cirurgia de catarata;

·         Um alto grau de miopia (hipermetropia);

·         Um alto grau de miopia (miopia);

·         Uma história familiar de astigmatismo ou outras condições oculares, como o ceratocone.

O que é certo é que o astigmatismo não é causado pelo uso de um computador, assistir muita televisão ou ler com pouca luz.

Diagnóstico e sintomas

Geralmente, o astigmatismo será diagnosticado após um exame oftalmológico, usando as mesmas ferramentas e instrumentos usados para detectar hipermetropia e miopia. Os sintomas variam entre os indivíduos, por isso é importante visitar regularmente seu oftalmologista para ter certeza. O médico oftalmologista será capaz de identificar se você tem astigmatismo medindo como os olhos focam a luz e fornecer os passos que você precisa para corrigir sua visão.

Oftalmologistas fornecem todos os tipos de cuidados com os olhos, desde exames e correção da visão até o diagnóstico e tratamento com medicação e cirurgia (se necessário).

Sintomas comuns de astigmatismos incluem:

·         Dificuldade em ver à noite;

·         Dores de cabeça;

·         Estrabismo;

·         Irritação ocular;

·         Náusea;

·         Tensão ocular;

·         Visão difusa para distâncias curtas e longas;

·         Visão turva ou distorcida.

Como pode ser tratado?

Quase todos os graus de astigmatismo podem ser corrigidos com óculos ou lentes de contato. Se você tem apenas um leve astigmatismo e nenhuma outra condição ocular, você pode não precisar de lentes corretivas. Se você tem astigmatismo moderado a alto, provavelmente precisará de lentes corretivas.

Opções de correção de astigmatismo

Quase todos os níveis de astigmatismo podem ser corrigidos e existem várias opções corretivas disponíveis:

·         Laser e outras cirurgias refrativas;

·         Lentes de contato;

·         Óculos adequadamente prescritos e equipados;

·         Ortoceratologia (Terapia Refrativa da Córnea).

O que é ortoceratologia ou terapia de refração da córnea?

A cirurgia a laser funciona alterando a forma da córnea e, portanto, a maneira como a luz é focalizada ao entrar no olho. Ortoceratologia faz a mesma coisa, mas sem cirurgia. Ortoceratologia é a adaptação de lentes de contato especialmente permeáveis ​​ao gás (altamente permeáveis ​​ao oxigênio) para serem usadas durante a noite. As lentes suavemente e temporariamente remodelam a superfície frontal do olho (córnea), resultando em visão clara no dia seguinte. Essas lentes não são usadas durante o dia. Esta terapia funciona melhor para pessoas com baixos níveis de astigmatismo.

Não deixe de consultar o médico oftalmologista com frequência para averiguar o seu caso individualmente.