04/02 – Dia Mundial do Combate ao Câncer: Exposição excessiva ao sol está relacionada ao câncer nos olhos?

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O Dia Mundial do Combate ao Câncer, é uma data que tem como objetivo aumentar a conscientização e a educação mundial sobre o combate  ao câncer, além de influenciar positivamente as pessoas para que cada vez mais se mobilizem e busquem a prevenção.

A data escolhida para ser lembrada todo ano, foi em 04 de Fevereiro, uma iniciativa coordenada pela União Internacional para Controle do Câncer (UICC), com apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O que muitos não sabem é que existem mais de 100 tipos de câncer, e um deles tem relação com os olhos e a exposição excessiva ao sol. 

Quando falamos em doenças causadas pelos raios solares, imediatamente pensamos em envelhecimento precoce e câncer de pele. O que muitos não sabem é que exposição excessiva aos raios solares estão ligados também a câncer nos olhos, conhecido como melanoma ocular. 

Essa doença tem origem em alterações nas células produtoras de melanina. Melanoma ocular ou uveal é o tumor maligno mais comum em adultos, sua causa ainda não foi descoberta, mas alguns pontos já foram identificados. São eles:

1. Gênero: é comum discretamente em homens;

2. Idade: propenso a aumentar com o envelhecimento;

3. Raça e cor dos olhos: pessoas que possuem olhos e cabelos claros são suscetíveis;

4. Doenças Hereditárias: quem tem síndrome do nevo displásico, marcadas por pintas espalhadas pelo corpo, possuem maior risco de possuir melanoma;

5. Pintas: quem tem diferentes sinais na pele ou no olhos, possuem um maior risco de tumor. 

A radiação ultravioleta, transmitida pelo sol, predispõe o surgimento ao melanoma conjuntival. Por isso, é importante o uso de óculos de sol e chapéus para ajudar na prevenção de possíveis danos na região dos olhos.

Sinais da doença e tratamento

Para detectar o melanoma ocular dependerá do tamanho da lesão dentro do olho, muitas vezes podendo ser uma doença que não apresenta sintomas evidentes, em alguns casos o melanoma pode provocar dificuldades visuais. Por isso, consultas periódicas ao oftalmologista são de grande importância.

Feito um diagnóstico, o tratamento depende de diversos fatores como idade do paciente, local e dimensão do tumor. Em tumores pequenos o tratamento que pode ser usado é a braquiterapia que é direcionada na área da lesão. 

Ter um diagnóstico precoce é o que facilita na escolha de um tratamento que não seja tão invasivo. Quando o diagnóstico é feito tardiamente, o melanoma ocular pode se espalhar por outros órgãos, incluindo tratamento como cirurgias, quimioterapia e outros. 

Portanto, temos que sempre estar atentos a sinais do nosso corpo e se consultar com um oftalmologista periodicamente, para evitar possíveis tumores oculares.

Conte com a Pró-visão!

Como vimos, passar em consultas oftalmológicas é muito importante para manter a saúde dos nossos olhos em dia. Por isso, busque por um trabalho especializado e de qualidade. Portanto, na Pró-visão, você irá encontrar os melhores profissionais e material de alta qualidade para facilitar suas consultas.

Conte com a Pró-visão para cuidar da saúde dos seus olhos, garantimos todos os tipos de tratamento para você, contamos com uma equipe altamente qualificada e certificada.

Entre em contato conosco e saiba mais!