7 coisas para saber sobre ceratocone

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O ceratocone é uma enfermidade que faz com que a córnea se projete para a frente, formando uma saliência em forma de cone. Normalmente, a córnea tem uma forma arredondada e abóbada na parte frontal do globo ocular, o que permite que a luz focalizada passe para a íris e o cristalino. Com o ceratocone a córnea se torna fina e saliente na frente do globo ocular, distorcendo a curvatura da córnea e criando um formato de cone. Essa córnea deformada pode ocasionar no comprometimento da visão assim requerendo tratamento. Diante disso, reunimos 7 dicas que você deve saber sobre o ceratocone.

1. Algumas pessoas têm maior risco de desenvolver ceratocone

O ceratocone pode afetar qualquer pessoa, porém o risco pode ser maior se alguém da sua família tem/teve, pois, a doença é hereditária. Pessoas com síndrome de Down enfrentam o maior risco de todos, isso porque até um terço das pessoas com Down desenvolvem o ceratocone, embora os especialistas não saibam exatamente por quê.

2. Ceratocone não tem idade

A maioria dos casos de ceratocone é diagnosticada em adolescentes e adultos. No entanto, pessoas mais velhas também podem desenvolver ceratocone. Mesmo que sua visão não exija correção, você deve consultar um oftalmologista para realizar exames regularmente, durante um exame oftalmológico, é possível que o médico possa verificar se há doenças oculares, como glaucoma e ceratocone.

3. O ceratocone pode progredir por estágios

O ceratocone progride de forma diferente em cada pessoa. Algumas pessoas nunca passam de um estágio leve da doença, enquanto outras desenvolvem sintomas graves de visão. No geral, os estágios do ceratocone podem incluir:

Visão levemente embaçada;
Sensibilidade à luz;
Halos em torno de luzes noturnas que dificultam a direção ou impossível;
Irritação e dor;
Manchas severas.

Vale lembrar que o ceratocone pode progredir ao longo de décadas e então se estabilizar. Ou pode permanecer leve ao longo da vida.

4. O ceratocone não é causado por alta pressão dentro do olho

Embora possa parecer lógico pensar que a córnea pode ficar deformada devido à alta pressão dentro do globo ocular, esse não é o caso. Os oftalmologistas não sabem ao certo o que faz com que a córnea fique fina e em forma de cone, mas a pressão intraocular excessiva não é o motivo. A alta pressão dentro do olho é uma condição causada pelo glaucoma, uma doença ocular grave que pode ocasionar a perda de visão.

5. Os tratamentos para ceratocone podem incluir cirurgia

Muitas das pessoas diagnosticadas com ceratocone não precisam de tratamento, enquanto outras com uma forma grave da doença requerem tratamentos avançados. O tratamento mais comum é o uso de lentes de contato rígidas permeáveis a gás (RGP ou GP) que fornecem uma forma mais natural à córnea. Para formas mais graves de visão em estágios avançados da doença, pode ser necessária a cirurgia. Neste caso, o procedimento inclui cirurgia de transplante de córnea, implante de anéis na córnea, e cirurgia de reticulação de colágeno que retarda ou interrompe o afinamento da córnea.

6. A correção do ceratocone pode exigir o uso de lentes de contato diferentes para cada olho

Como o ceratocone afeta a córnea de cada olho de maneira diferente, a condição pode progredir mais rapidamente em um olho do que no outro. Como cada córnea precisa ser tratada individualmente, uma pessoa com ceratocone pode precisar usar lentes de contato diferentes em cada olho. Por exemplo, uma lente pode corrigir apenas a miopia relacionada ao ceratocone, enquanto o outro contato corrige tanto a miopia quanto o astigmatismo.

7 . Pessoas com ceratocone não podem fazer a cirurgia Lasik

Se você for diagnosticado com ceratocone, você não pode fazer qualquer tipo de cirurgia de visão a laser, pois a cirurgia remove camadas muito finas da córnea para remodelá-la. Vale lembrar que os procedimentos da Lasik sensibilizam a córnea, aumentando a progressão do ceratocone, por isso é comum muitos dos cirurgiões oftalmologistas fazerem uma triagem dos pacientes de ceratocone e outras doenças oculares antes de aceitá-los como candidatos à cirurgia.

Agora que você já sabe algumas curiosidades sobre o ceratocone, recomendamos o reforço dos cuidados diários, principalmente se for alérgico e tiver o hábito de coçar os olhos. E não se esqueça de manter a rotina de consultar com o seu oftalmologista.

Para qualquer dúvida sobre tratamentos oftalmológicos como a LASIK, agende uma consulta conosco!

4.5/5 - (20 votes)