Glaucoma e a perda silenciosa da Visão

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Muitas pessoas se confundem com os problemas da visão e como podemos tratá-las, neste artigo vamos abordar especificamente sobre o glaucoma, doença considerada silenciosa e vilão, podendo causar cegueira irreversível, por isso quanto mais precoce for o diagnóstico e quanto antes se iniciar o tratamento, melhor será o prognóstico com menos perda de visão.

Antes de começarmos a explanar sobre o glaucoma, vamos partir do princípio e entendermos realmente o que é: quando acumulamos líquido na parte frontal do olho, o mesmo pressiona o nervo e o danifica, pois aumenta a pressão ocular. Porém, nem tudo que afeta o nervo óptico é glaucoma.

E quais são os tipos de glaucoma?

Mas por que o glaucoma é considerado uma doença silenciosa? Pois existem tipos da doença que são indolor e não causam alterações na visão no início. Entre os vários tipos de glaucoma temos o glaucoma primário de ângulo aberto e o de ângulo fechado.

Exames oftalmológicos regulares são importantes para encontrar sinais precoces de danos no nervo óptico. Por isso, é importante realizar consultas regulares com um oftalmologista.

O segundo exemplo de glaucoma, é o de ângulo fechado. Esse tipo da doença acontece quando a íris do paciente está muito próxima do ângulo de drenagem do olho e pode acabar bloqueando o ângulo de drenagem.

Vamos analisar e pensar neste exemplo como um pedaço de papel deslizando sobre o ralo da pia. Quando o ângulo de drenagem fica completamente bloqueado, a pressão do olho sobe rapidamente, podemos então chamar isso de ataque agudo. Neste caso, trata-se de uma verdadeira emergência ocular, deve-se ligar para o seu oftalmologista imediatamente ou pode ficar cego.

Sem intenção de sermos alarmistas, mas realmente todo e qualquer sintoma deve ser investigado rapidamente e toda informação deve ser comprovada por um médico oftalmologista especialista no assunto.

E quais são os sinais de um ataque agudo de glaucoma de ângulo fechado?

  1. Sua visão fica embaçada de repente?
  2. Você tem dor ocular?
  3. Você tem dor de cabeça?
  4. Você se sente mal do estômago (náusea)?
  5. Você vomita por conta dessas dores oculares?
  6. Você enxerga anéis coloridos ou ao redor das luzes?

Muitos pacientes desenvolvem o glaucoma de ângulo fechado muito lentamente e como não há sintomas logo no início, é considerada silenciosa, pois não sabem que têm a doença até que o dano seja grave ou tenham esses sintomas graves.

Como está a sua visão? Embaçada?

O Glaucoma geralmente é descrita como a doença que afeta a visão periférica, então, não teria qualquer efeito sobre a leitura, a tarefa final da visão central, certo?

Uma vez que afeta a nossa visão periférica afeta também a nossa visão central. Muitos pacientes descrevem a doença como se estivessem olhando para um nevoeiro, dificultando a visão e a leitura por exemplo.

Devido a esse embaçamento, as pessoas com glaucoma reconhecem menos letras em um relance. Eles devem, portanto, olhar o texto mais vezes para passar por uma passagem. O resultado é uma leitura mais lenta e uma dificuldade particular com palavras mais longas.

Outra dificuldade do glaucoma seria quando o paciente ao efetuar sua leitura e passa de uma linha para a outra de forma rápida, cansando a leitura e passam a entender cada vez menos o que estão lendo.

Em muitos casos são necessários vários exames complementares para um correto diagnóstico de glaucoma, como tonometria (medida da pressão intra-ocular; campo visual computadorizado, paquimetria ultrassônica, retinografia, fundo de olho (mapeamento de retina) com análise dos discos ópticos e tomografía de discos ópticos.

Nós estamos aqui para ajudá-lo a viver da maneira mais funcional e independente possível. Caso você esteja com alguma dificuldade de visão, dores oculares ou algum outro sintoma, agende uma consulta oftalmológica com nossos médicos especialistas da Pró-Visão.