Tonometria: O que é, como é feita, quem deve fazer

Compartilhe este artigo com seus amigos e familiares

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O que é a Tonometria?

A tonometria é um método para medir a pressão interna do globo ocular, assim medindo o tom ou a firmeza da sua superfície.

O teste mede a pressão do olho para verificar se há glaucoma, uma doença ocular que pode causar cegueira ao danificar o nervo na parte de trás do olho (nervo óptico). Danos feitos ao nervo óptico podem ser causado pelo acúmulo de fluido que não é drenado adequadamente para fora. Assim é possível identificar o glaucoma ainda no início, sendo assim capaz de tratar a condição com grandes chances de sucesso.

Este método é muito importante na manutenção do cuidado ocular. Com os resultados do exame o oftalmologista pode determinar se o olho está exibindo sintomas de um nível mais alto de tensão ou pressão que seria considerado dentro dos limites normais. O aumento de pressão indica o estresse indevido que pode resultar à perda de visão em ambos os olhos.

Como é feita?

Para a realização do exame não há necessidade de preparativos, mas em alguns casos os globos oculares devem receber um colírio anestésico. Caso o paciente utilize lentes contato, elas devem ser retiradas antes da realização do exame e podem ser recolocadas depois. Contudo existem dois métodos:

  • Aplanação

Esse método mede a força necessária para achatar a córnea com o tonômetro de Goldmann (tonômetro acoplado à lâmpada de fenda) encostado a ela. 

  • Impressão  

 Este método utiliza um pequeno atuador como um instrumento que faz com que a córnea se curve, semelhante à técnica usada no aplanamento. 

Ambos procedimentos são indolores e fazem parte dos exames oftalmológicos de rotina. Algumas pessoas podem sentir um pequeno desconforto ou irritação ao ter seus olhos tocados, mas geralmente é utilizado anestesia temporária. As medições são feitas muito rapidamente, e levam em cerca de um minuto ou dois. 

Quem deve fazer?

O exame é feito após o médico suspeitar que existem sintomas visuais do paciente que podem ser causados pelo aumento de pressão intra-ocular. No entanto ele solicitará exames especificos e a tonometria de aplanação é um deles.

É de extrema importância as observações feitas pelo oftalmologista para o diagnóstico do Glaucoma, comuns em pessoas acima de 40 anos e com tendência hereditária. Uma pressão intra ocular muito elevada pode causar danos irreversíveis à saúde ocular, como à cegueira. 

Vale lembrar que o exame fornece informações importantes para diagnosticar o acompanhamento do Glaucoma e outras enfermidades como tumor de íris, avaliação de pré e pós-operatórios de cirurgias oculares (catarata, glaucoma, transplante de córnea, descolamento de retina, vitrectomia), avaliação de sangramentos intra-oculares e distúrbios pós-traumáticos; entre outros.

Lembre-se!

O cuidado com a saúde ocular deve ser algo diário, é de extrema importância ficar atento a qualquer mudança em sua visão, não deixe de visitar o oftalmologista, ao menos uma vez por ano faça seus exames de rotina.

Nós da Clínica Pró-Visão contamos com uma equipe de profissionais altamente qualificados e renomados, que garantem um atendimento único para cada cliente, priorizando sua saúde e bem estar. Agende uma consulta conosco.